02/11/2019

Treino rápido de Economia e de Contabilidade de Custos

Manuel Pinon

Olá Concurseiro(a)!

 

Passo por aqui hoje para apresentar a resolução de mais uma questão de Contabilidade de Custos e outra de Economia.

 

Vamos nessa!

 

CONTABILIDADE DE CUSTOS

 

CESPE/Auditor Federal de Controle Externo/TCU/2015

 

Julgue a assertiva:

 

Entre os custos de uma empresa incluem-se os gastos com a compra de matéria-prima.

 

Comentários

 

Antes de analisarmos a assertiva acima, vamos relembrar a definição do que vem a ser, no âmbito da melhor doutrina de Contabilidade de custos, um gasto classificado como investimento.

 

Segundo o mestre Eliseu Martins, investimento é aquele gasto que é ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a futuros períodos.

 

Caro(a) aluno(a), note, portanto, que os investimentos são os gastos que ficam “estocados” nos ativos da empresa, e que só depois são baixados, seja por meio da venda (como no caso de uma mercadoria comprada para simples revenda), seja por meio do seu consumo (como no caso de uma matéria-prima).

 

Hum ... acabei falando de matéria-prima!

 

Perceberam?

 

Pois é!

 

Na verdade, a compra de matéria-prima é um gasto que deve ser registrado temporariamente como um investimento circulante, em contraste, por exemplo, com a compra de uma máquina que o tipo de gasto típico de um investimento permanente.

 

Diante deste quadro, o Gabarito é E de Errado!

 

 

Agora vamos ver uma de economia!

 

 

 

 

 

 

 

 

ECONOMIA E FINANÇAS PÚBLICAS

 

FGV/DPE MT/Economista/2015

 

Considere um país que produza apenas bens primários e industriais.

 

Considerando o conceito de fronteira de possibilidade de produção (FPP), assinale a afirmativa incorreta.

 

a) O país alcança o máximo de eficiência quando produz uma combinação dos dois bens exatamente sobre a FPP.

 

b) Se o país está abaixo da FPP, ele está usando uma dada combinação de insumos produtivos e tecnologia de forma ineficiente.

 

c) O país se depara com um trade off entre produzir mais bens primários e industriais.

 

d) O país consegue produzir além da FPP, expandindo o uso de todos os fatores produtivos.

 

e) O custo de oportunidade de se produzir mais bens primários é o de produzir menos bens industriais.

 

Comentários

 

Temos uma questão da FGV sobre Curva ou Fronteira de Possibilidade de Produção - FPP.

 

É sempre bom ver o estilo de cobrança da banca relativo a determinados assuntos.

Bem, a FPP demonstra uma combinação eficiente possível de produção (no nosso curso fizemos a combinação de uvas e mangas) de acordo com o potencial da economia.

 

Nesse contexto, e considerando que a FGV pediu para escolhermos a errada, vamos analisar cada uma das alternativas.

 

A alternativa A está correta, pois sim, a FPP representa todas as combinações eficientes considerando os recursos disponíveis na economia.

 

A B também é correta, pois está abaixo da curva significa que um ou mais fatores de produção estão sendo usados abaixo de sua capacidade, ou seja, deve estar incorrendo em ociosidade.

 

A C é verdadeira na medida que sempre existe uma trade-off, ou seja, a escolha de produzir ou em detrimento do outro. No nosso exemplo, se quero aumentar a produção de uvas necessariamente tenho que reduzir a de mangas e vice-versa.

 

A alternativa E é correta pois quando abrimos mão de uma oportunidade, incorremos em um custo de oportunidade, que pode estar entre escolher entre a produção de bens primários e bens industriais.

 

Bem pessoal, o GABARITO, portanto, é a letra D!

 

E qual o seu erro?

 

 

 

O erro está em afirmar que o país consegue produzir além da FPP!

 

Na FPP a ociosidade é zero, ou seja, ela já contempla as combinações máximas de produção que a economia pode alcançar!

 

Qualquer dúvida, é só entrar em contato!

 

Bons estudos!

 

 

Professor Manuel Piñon

manuelpinon@hotmail.com

 

COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO

veja também