06/03/2018

TCM-BA: Dicas de Controle Externo

Coordenação


               Atenção, concurseiros! As inscrições para o concurso do TCM-BA encerraram-se no último dia 26. Agora é foco total nos estudos e preparação para a prova! Esse concurso oferta 10 vagas, sendo oito para a carreira de Auditor Estadual de Controle Externo e tem remuneração inicial de R$11.317,17. O especialista Marcelo Aragão preparou algumas dicas sobre controle externo, que você confere agora!

Inicialmente, o professor orienta a subdivisão da disciplina em quatro blocos: Tipos de Controle; Lei de Improbidade Administrativa; Tribunais de Conta no Brasil (naturezas e competências) e TCM-BA (competências, jurisdição, organização e funcionamento). O aluno tem que ter em mente que os assuntos mais importante são sobre as competências e a organizações do Tribunal de Contas que está sendo realizado o concurso. Cada candidato tem a sua estratégia de estudos, porém, destaca-se o candidato que estuda e lê frequentemente a legislação básica (Constituição da Bahia, Lei Orgânica e Regimento Interno do TCM-BA).

COBRANÇA DA BANCA

            Sobre a cobrança pela banca do concurso, o professor afirma que a constituição costuma elaborar provas compostas de itens para julgamento do tipo “certo e errado”. Tenham bastante atenção! Uma resposta errada anula uma certa. A banca também elabora prova no estilo tradicional de múltipla escolha, com questões mais conceituadas. O professor aposta que este último modelo será o estilo da Banca Cebraspe para o concurso do TCM-BA.        

Para sair na frente da concorrência e ter segurança na prova, o professor Marcelo Aragão cita alguns tópicos cruciais da matéria que o aluno deve dominar: doutrina do Direito Administrativo voltada para o controle da Administração Pública e saber a distinção de cada tipo ou espécie de controle (administrativo, legislativo (político e financeiro), o judicial e os controles externo e interno).   

COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO