30/11/2019

RESUMO: CONCEITOS INICIAIS DE ECONOMIA E MACROECONOMIA

Manuel Pinon

RESUMO: CONCEITOS INICIAIS DE ECONOMIA E MACROECONOMIA

A Economia é uma Ciência Social, pois se ocupa do comportamento humano e estuda como as pessoas e as organizações na sociedade se empenham na produção, troca e consumo de bens e serviços

O estudo da Ciência Econômica, para fins didáticos, divide seu campo de atuação em 2 áreas específicas principais:

A Microeconomia – que estuda o comportamento das unidades produtivas (empresas ou firmas), dos indivíduos, de determinados mercados, etc. Pertence ao campo da Microeconomia, por exemplo, o estudo de um determinado mercado, as causas do desequilíbrio entre oferta e procura (se os preços estão altos ou baixos, por exemplo), os tipos de mercado (por exemplo, se ocorre monopólio ou se existe a concorrência perfeita), etc.;

E a Macroeconomia – que estuda o comportamento dos grandes agregados econômicos de forma global: Produto Interno Bruto (PIB), inflação, desemprego, etc.

 

Um dos princípios fundamentais da Economia, talvez o seu Princípio basilar, é a chamada lei da escassez que nos diz que os recursos são escassos, mas as necessidades são ilimitadas.

RECURSOS ESCASSOS, NECESSIDADES ILIMITADAS

Isso nos leva a uma das ideias-chave na Economia, que é a ideia da eficiência: maximizar a produção de bens e serviços, dadas as restrições colocadas pela quantidade limitada de fatores de produção.

 

A Macroeconomia parte do princípio de que existem dois grandes mercados (economia simplificada a 2 setores):

 

a) O Mercado de Bens e Serviços, correspondente à compra e venda dos diversos bens produzidos (bebidas, roupas, aparelhos celulares, etc.) e dos diversos serviços (banda larga, planos de saúde, cursos para concursos, transportes, etc.) para satisfazer aquelas necessidades humanas (na verdade não só humanas ... o mercado para “pets” é gigante ...).

 

b) O Mercado de Fatores de Produção, correspondente à compra e venda daqueles 3 fatores de produção que vimos que são escassos: terra e recursos naturais, trabalho e capital

 

 

AGREGADOS MACROECONÔMICOS

Produto = Σ(pi.qi)  = Somatório de Preço x Quantidade

No cálculo do Produto temos que somar o valor monetário da produção dos diversos bens e serviços.

 

RENDA = O total de pagamentos que as firmas fazem aos indivíduos, pelo uso dos fatores de produção, é o que chamamos de Renda:

Renda = w + j + a + l

 

DESPESA: 0s indivíduos realizam o Consumo, que nesse modelo representa a DESPESA (ou Dispêndio). A Despesa corresponde ao total dos gastos realizados pelos indivíduos nas compras de bens e serviços.  Assim, temos outra identidade para o nosso modelo simplificado:

Despesa = Consumo (C)

 

Identidade macroeconômica fundamental

 Produto = Renda = Despesa

Se quisermos medir o desempenho de uma economia durante certo período de tempo, temos três óticas diferentes, gerando o mesmo resultado:

Sob a ótica da Produção, usando o total de bens e serviços finais produzidos/vendido/gerados durante o período;

Sob a ótica da Renda, usando o total de recebimentos dos indivíduos, por terem vendido/cedido os fatores de produção (Terra, Trabalho e Capital) às empresas e;

Sob a ótica da Despesa, usando o total de pagamentos que os indivíduos fizeram durante o ano na aquisição/consumo de bens e serviços diversos

 

POUPANÇA = RENDA - CONSUMO

Nosso modelo agora se apresenta do seguinte modo:

Ótica da Produção: Produto = Somatório pi.qi (preço x quantidade)

Ótica da Renda: Renda = C + S

Ótica da Despesa: Despesa = C + I

Como Produto = Renda = Despesa, temos que:

C + S = C + I

Logo:

S=I  Conclusão: POUPANÇA = INVESTIMENTO

Critério de Diferenciação e variáveis:

Bruto (B) X Líquido (L): o diferenciador é a depreciação (d), veja:

PNL = PNB – d

IL = IB -d

 

Custo de Fatores (cf) X Preços de Mercado (pm) : o modificador é a diferença entre Tributos Indiretos e Subsídios

PNBpm = PNBcf + Imp Ind – Sub

PIBpm = PIBcf + Imp Ind -Sub

 

Interno (I) X Nacional (N): o diferencial é a Renda Líquida Enviada ao Exterior (REE – RRE)

PIB – RLEE = PNB

PIL – RLEE = PNL 

COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO

veja também