00/00/0000

Razões Para Acreditar – Capítulo 7

Coordenação



Olá concurseiros,

Hoje é sexta-feira e é dia de falar de coisas boas na série Razões para Acreditar. Esperamos que essas boas novas transformem seu dia, e seu fim de semana, que você perceba que tudo é possível quando se acredita.

Bom fim de semana.

Jovem sem-teto supera humilhação e vai para Harvard

O jovem Richard Jenkins, que enfrentou a pobreza, a falta de moradia, humilhação e o bullying na escola, deu a volta por cima e entrou numa das universidades mais cobiçadas: Harvard.

A vida de Richard, que completou 18 anos, não foi fácil. Quando era criança ele era zombado pelos colegas de escola sempre que levantava a mão para uma pergunta. E por isso era chamado de “Harvard” pelos outros alunos pra fazer com que ele se sentisse mal. Pelo jeito, o efeito foi contrário.

História

Richard é da Filadélfia, EUA e sua família perdeu a casa quando ele estava na 6ª série. Ele e seus dois irmãos passaram os dois anos seguintes entrando e saindo de abrigos e hotéis em toda a Flórida e Tennessee. Enquanto lutavam para encontrar estabilidade, o menino percebeu que uma boa educação poderia ser o meio para escapar da dificuldade.

Ele sempre tirava boas notas, mesmo enquanto lutava contra terríveis dores de cabeça que o afligiam de todo o estresse. “E então meu pai teve um ataque cardíaco”, disse Richard. “No verão da oitava série ficou muito ruim. Eu fui hospitalizado e nenhum remédio ajudava. Mas acabei lutando até o final, pois isso era o mais importante para mim”.

Na décima primeira série, as coisas começaram a mudar depois a mãe de Richard pediu que ele se inscrevesse num colégio interno para jovens em situação de risco. Ele entrou em dezenas de atividades escolares – tudo isso enquanto tirava notas altas.

Harvard

Com a formatura se aproximando, Richard enviou inscrições para várias escolas – mas ele estava de olho em uma faculdade da Ivy League. Ele colocou as guias em seu computador mostrando as melhores escolas para as quais ele havia se candidatado:

 

“Eu chequei o Penn – fiquei na lista de espera. Eu verifiquei Yale – foi negado. ”

Certamente sua escola favorita faria o mesmo, ele pensou. Então ele abriu a última aba e havia um vídeo dizendo: ‘Bem-vindo à turma de 2022’ ”.

Ele, sozinho, havia feito acontecer – superando a falta de moradia, a pobreza e a dor física para receber uma bolsa de estudos integral da famosa universidade: Harvard. Richard formou-se no Girard College, como orador da turma e planeja estudar ciências da computação em Harvard, com especial interesse em inteligência artificial.

Vaquinha

Apesar de sua bolsa de estudos completa cobrir aulas, hospedagem e alimentação , seu padrinho criou uma página do GoFundMe para arrecadar dinheiro para coisas como roupas “e um bom tablet para armazenar todos os seus livros eletrônicos”.

“Honestamente, esse garoto, embora seja pobre, não precisa da ajuda”, diz a página de angariação de fundos.

“Ele vai trabalhar pela faculdade, pagar suas despesas e não vai pedir ou precisar da ajuda de ninguém … Richard merece uma recompensa.” Em apenas alguns dias, depois que as notícias foram publicadas on-line, a campanha ultrapassou sua meta inicial de levantar US $ 40.000, cerca 160 mil reais.

* O conteúdo do SóNotíciaBoa

 

+ Notícias

Razões Para Acreditar – Capítulo 5

Razões Para Acreditar – Capítulo 4

Razões para acreditar – Capítulo 3

 

COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO