31/05/2019

10 alimentos de fácil preparo que auxiliam a aprendizado e memória

Coordenação

alimentos para o cérebro

A gente já contou aqui que durante longas horas de estudo, o concurseiro deve realizar alguns intervalos. As pausas para as refeições também devem ser parte do planejamento do estudante. Afinal, desobedecer às necessidades do organismo pode levar à fadiga, desestimular os seus estudos, entre outros efeitos danosos para a saúde.


Além do almoço e jantar, para repor energia entre uma refeição e outra, algumas paradas para um “snack” são recomendadas como um frescor durante as longas horas de estudo nas quais o concurseiro está submetido. Que tal tirar vantagem para o desenvolvimento dos seus estudos e se alimentar de maneira mais consciente?


Pensando nisso, fomos buscar 10 alimentos fáceis de encontrar, de preparar ou prontos para consumo sem tanta necessidade de cozimento, capazes de reestabelecer, fortalecer, ativar a concentração, memória e disposição. Fontes de energia melhores do que sair comendo qualquer coisinha por aí. Veja!


Chocolate Amargo - Ele não contem muito açúcar. É o que possui maior teor de cacau e poderosos nutrientes, os flavonóides, capazes de aumentar a função cognitiva, ou seja, turbinar seu cérebro. Na composição do chocolate ha fibras , ferro, magnésio, potássio, zinco e uma alta quantidade de atioxidante.     


Brócolis – Fonte de vitamina K, comendo apenas 50g do vegetal por dia, -uma saladinha- você pode aproveitar todas as suas propriedades. Atrelada a ela, o estímulo da regeneração cerebral por combater o excesso de radicais de livres.

Nozes e amêndoas –Aliadas à passa, amendoim, castanha do Pará, de caju, avelã, em pequenas porções (unidade de cada), dá para montar um combinado conhecido como “mix de oleaginosas”. Elas possuem vitaminas do complexo B e selênio em abundância, com a função de estimular a retenção de informações novas. Mas não exagere! Esses frutos possuem teor alto de gordura, podendo comprometer uma dieta equilibrada.


Beterraba – e repolho, espinafre, nabo e aipo são alimentos ricos em nitrato, responsável por favorecer a irrigação sanguínea, consequentemente a circulação vascular cerebral. Ela [a beterraba] contém uma substância que é utilizada em alguns tratamentos da depressão, a betaina. Outra função é a sensação de bem-estar, semelhante à do chocolate, causada por outro nutriente, o triptofano.Um suquinho é uma boa!


Abacate – Famoso pelas altas taxas de gordura, mas gordura boa, o fruto facilita o fluxo sanguíneo, blindando o órgão de vitaminas B6, B12, C e E, portanto, são fundamentais para a função cerebral. Dica: Fazer guacamole para comer com crispies de batata doce.

Ginseng – Age no desenvolvimento e manutenção do sistema nervoso. Também aumenta a concentração de dopamina, hormônio essencial na ativação do estado de alerta.


Frutas Cítricas – Muitos flavonoides, esse que serve de turbina como dito acima. Sem contar a vitamina C, famosa pelo agente antioxidante, que consegue atuar diretamente na redução dos danos causados pelos radicais livres no cérebro.


Frutas Vermelhas – Especialmente o morango, assim como os tomates, maçãs, uvas, pêssegos e kiwi são frutas ricas em uma substância chamada fisetina, capaz de produzir o aumento da força sináptica, um processo chamado de potencialização de longo prazo.


Ovos - Rico em zinco, vitamina B12 e colina, ele protege as células do cérebro contra o envelhecimento. Um combo e tanto para quem sempre esteve na berlinda entre o ‘ser saudável ou não’. Basta comer uma gema por dia e pronto.


Peixes – Pelo menos uma vez na semana incluir peixes no cardápio – especialmente os de água salgada: salmão, arenque, cavala ou sardinha. Eles são fontes de ômega 3, atuantes no desenvolvimento e manutenção do tecido cerebral e auxiliam na concentração, memória e aprendizado.

Agora que você já sabe quais alimentos incluir no lanche, é hora de voltar aos estudos!


Mais:

Curso para Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF)

Curso Básico para a Área de Controle e Tribunais de Contas e Controladorias


COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO